A escrita coletiva no contexto digital apresenta inúmeras potencialidades educacionais. Entre elas pode-se citar o trabalho em equipe de forma colaborativa/cooperativa, a interação entre os indivíduos e o objeto de estudo, o desenvolvimento dos processos de autoria, entre outros. Entende-se que com o grande número de novos conteúdos, um dos desafios é a seleção e organização deste material, assim os sistemas de recomendação, por sua vez, podem auxiliar no filtro das informações apresentadas aos usuários, isto é, a partir do grande volume de informações disponíveis esses sistemas possuem a função de indicar especificamente ao usuário aquilo que lhe possa interessar.
Geralmente as recomendações estão atreladas as próprias contribuições dos indivíduos pois necessitam ter um ponto de partida para identificar o que é relevante. Esses sistemas podem favorecer grandes contribuições no desenvolvimento da escrita textual na coletividade, isso por que pode realizar uma análise criteriosa do texto que está sendo construído a fim de encontrar os principais pontos que estão sendo discutidos.
A partir disso, um sistema de recomendação pode realizar uma busca e encontrar materiais educacionais digitais relacionados para indicar ao usuário. A partir dessas sugestões relacionadas pelo sistema, os usuários podem utiliza-las como fonte de referência para a construção do texto. Contudo, considerando o âmbito da escrita coletiva, é recomendado que os usuários tenham uma produção mínima para que o sistema tenha dados suficientes para identificar os principais assuntos tratados.
Sabe-se que apenas ter a ferramenta disponível não é suficiente, de certa forma, qualquer ferramenta pode ser utilizada como instrumento educacional, no entanto, faz-se necessário avaliar sua aplicação de modo a promover a aprendizagem. Logo, é imperativo avaliar as recomendações sugeridas a fim de analisar se o conteúdo indicado, de fato, tem relação com o texto que está sendo construído.
modulo 1 modulo 2 modulo 3
Créditos/Referências